Alma Boa - Uma parábola chinesa

Três misteriosos deuses chegam à antiga capital de Setsuan em busca de alguém a quem pudessem chamar de “alma boa”. Já desiludidos, encontram-se com a prostituta Chen Te, uma moça bondosa que oferece sua casa como hospedagem. Ao longo do espetáculo, sua bondade é posta a prova pela grande demanda dos habitantes da cidade e, sem saída, é obrigada a tomar uma drástica atitude. O espetáculo é inspirado na peça “A Alma Boa de Setsuan”, de Bertolt Brecht; passou por uma primeira versão que estreou em 2013 e reestreou em 2016 com direção de Dirceu de Carvalho.

 

Ficha Técnica

Direção: Dirceu de Carvalho  |  Direção musical: Henrique Cantalogo  |  Elenco: Ana Carolina Salomão, Beatriz Coimbra, Carolina Banin, Isabela Basso, Lucas Sequinato, Luiza Moreira Salles, Virgílio Guasco e Vitor Biazzin.  |  Dramaturgia: Dirceu de Carvalho  |  Músicos: Felipe Macedo e Henrique Cantalogo  |  Figurino: Warner Reis Junior  |  Confecção de figurinos: Warner Reis Junior e o grupo

Cenografia: Thalita Castro  |  Iluminação: Marcelo Lazzaratto  |  Técnica e Operação de luz: Ton Ribeiro  |  Arte: Virgílio Guasco  |  Design gráfico: Afonso Neto  |  Duração: 120 minutos  |  Classificação indicativa: 12 anos

Copyright © 2016 - CIA HISTRIÔNICA DE TEATRO - Todos os direitos reservados