Teatro de Portão Aberto 

Encarando o atual contexto político e econômico vivido pela Cultura em nosso país, onde o fazer teatral está sendo minado, seja por um descaso assombroso por parte da gestão pública, pela falta de leis de fomento cultural, pela dificuldade de arrecadação de verba, pelo sucateamento de teatros e espaços culturais públicos, ou mesmo pelo preço dos aluguéis de espaços privados, uma inquietação surgiu nos integrantes da Cia Histriônica. Como enfrentar essa situação? A alternativa que encontramos foi abrir nossas próprias casas, limpar os quintais e garagens para que o espaço do encontro seja possível, independente de leis e aluguéis. Chamamos essa alternativa de Teatro de Portão Aberto.

 

Para além das dificuldades práticas e financeiras, essa atitude também foi tomada por causa da vontade de colocar em cena temas que nos movem, com uma urgência que dispensa o tempo de produção de um espetáculo pronto. São experimentos, tentativas, possibilidades. São concretizações de inspirações que não dependem de qualquer banca ou curadoria.

 

Escolhemos abrir os portões para o íntimo das casas, pois acreditamos que aí é lugar de acolhimento, de aconchego e, acima de tudo, de celebração. Espaço para se encontrar, conversar, comer, beber e festejar. O Teatro de Portão Aberto se propõe a ser uma apologia às trocas artísticas, ao diálogo e ao afeto.

EDIÇÕES ANTERIORES:

I MULHERES QUE CORREM COM OS LOBOS

Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra

II MANIFESTO INAPROPRIADO

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

III A CIDADE DORME

Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra

IV O FENOMENAL COMPÊNDIO

V ENTÃO É NATAL

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

VI CABARÉ CARNAVALESCO

Foto: Nina Pires
Foto: Nina Pires
Foto: Nina Pires
Foto: Nina Pires
Foto: Nina Pires
Foto: Nina Pires

VII PÓLIS

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Chun Fotografia
Foto: Chun Fotografia

VIII VOX POP

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

IX O DOENTE IMAGINÁRIO

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

X DESAFIOS DAS MARAVILHOSAS HISTÓRIAS DO SR. PIÈRRE

Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra

XI A CENA QUE EU SEMPRE QUIS FAZER MAS TIVE VERGONHA

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

XII SÃOSONSDESIMNÃOCONTUDO

Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra
Foto: Gabriel Coimbra

XIII ESTÓRIAS DE CÁ

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

XIV ARRAIÁ HISTRIÔNICO

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

XV DESCULPA QUALQUER COISA

Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão
Foto: Ana Carolina Salomão

XVI DESCULPA QUALQUER COISA

Foto: Ju Eiras
Foto: Ju Eiras
Foto: Ju Eiras
Foto: Ju Eiras
Foto: Ju Eiras
Foto: Ju Eiras